Giacomo e Vincenzo Barbato ganharam da Apple na justiça,  a “marca” Steve Jobs. A European Union Intellectual Property – EUIPO – o Instituto da propriedade intelectual da União Européia, concordou com os irmãos napolitanos e deu “ganho de causa” aos dois no processo judicial, onde enfrentaram os gigantes da Califórnia.

A partir de agora os irmãos já podem utilizar o nome e o logotipo criado para a marca de roupas e acessórios “Steve Jobs”.

A empresa foi registrada em 2012, e seu logo é um “J” estilizado e mordido, onde, nas alegações da Apple, remeteria à maçã da multinacional norte-americana.

Como a  fabricante do iPhone não havia depositado o registro do nome de seu fundador, Steve Jobs, não existiria impedimento para o uso deste, segundo os irmãos.

Ainda segundo os réus , a Apple os atacou por causa da logomarca, a letra “J” mordiscada. No entanto, entre muitos argumentos, uma tese defensiva utilizada foi o de que uma letra é diferente de uma fruta e, por consequência, aquilo não poderia ser uma mordida.

A UE concordou e disse que a letra não pode ser percebida como algo “comestível” pelo público. Dessa maneira, os irmãos Barbato não estariam infringindo a propriedade intelectual da Apple.

Além da marca de roupas e acessórios, a dupla revelou que pretende futuramente lançar eletrônicos na Itália. Estamos de olho.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *